No Rio há os cariocas e “os tijucanos”, não que os tijucanos não sejam cariocas, mas como o carioca é brasileiro, é o mesmo que equivale para o tijucano. Ele tem sua própria cultura, o que é usado em filmes como “O Quatrilho” e “A Partilha”, em que a personagem de Lilian Cabral fala da vida tijucana da personagem de Glória Pires, ao criticar a sua "vidinha tijucana"…

Todo tijucano fala com orgulho “Sou Tijucano” e que só no Rio há uma denominação para o nascido/morador da Tijuca e dizem: existe o Copacabanense?! Pois é, não existe… O tijucano é o basco do Rio de Janeiro.